Reeducação alimentar

Image

Quem acompanha o blog desde o começo sabe que lá no começo do ano eu resolvi fazer uma dieta bem surtada. Eu basicamente cortei drasticamente TUDO do meu cardápio, troquei por lanches naturais ou shake dietético, e achei que assim ia acordar linda-leve-loira.

É óbvio que não deu certo, deve ter durado 1 mês, porque depois disso eu tinha nojo de olhar pro tal do shake e mal parava em pé. Emagreci, claro, mas ganhei tudo de volta.

No último mês meu corpo andou me perturbando muito. Eu andava com uma barriguinha que não me pertencia, cansada, comendo muito mal (só miojo, coca-cola e lanches prontos). Lembrando que no final do ano tem espetáculo da escola, e que eu vou dançar nada menos do que a barriguinha de fora, decidi criar vergonha na cara e me cuidar.

Seguindo conselhos de amigas nutricionistas que me conhecem, mais a linda-bendita-santa Internet, elaborei uma dieta muito linda e que vem dando super certo.
Mais que uma dieta, é uma reeducação alimentar.

O QUE PODE COMER?
TUDO!
Não é lindo? Quer dizer, nem tudo. Estão proibidos TERMINANTEMENTE álcool, açúcar (dei uma quebradinha nessa regra esses dias com a degustação dos docinhos do casório) e farinhas brancas.
O resto pode, porque o segredo da reeducação alimentar não é a privação, mas a moderação.
Saber preparar os alimentos é importante também. Tudo deve ser assado ou cozido. Fritura são bem raras, mas muito mesmo, e só em azeite. Quanto menos sal e temperos industrializados, melhor.
Isso quer dizer, que você tem que balancear seu cardápio com proteínas + carboidratos + gorduras boas (sim, gordura é super necessário pro funcionamento adequado do corpo).

MAS COMO FAS?
Eu faço assim:
– Café da manhã: 250 ml de chá de canela, cravo e gengibre (acelera o metabolismo e queima gordurinhas) ou suco natural de fruta (de preferência melão ou abacaxi) + 2 torradas integrais lights com geleia diet Queensberry ou 1 fatia de queijo branco
– Lanche da manhã 1: 5 cookies integral Jasmim + 1 Yakult (ajudando a flora intestinal a trabalhar!)
– Lanche da manhã 2: 1 iogurte Nestlé grego light ou 1 fatia de queijo branco + 250 ml de chá verde
– Almoço: Frango ou peixe (mil jeitos diferentes de preparar, aos poucos vou colocando aqui) + porção pequena de carboidratos (arroz integral, batata-doce, batata, macarrão integral)
– Lanche da tarde: barrinha de cereal ou 1 fatia de queijo branco + 250 ml de chá verde
– Jantar: Salada frutas ou cereal Nesfit + iogurte desnatado ou Vigor grego light
– Ceita: 250 ml de chá verde batido com alguma fruta (abacaxi é o que fica mais gostoso)

* Esse cardápio é uma base do que eu uso! Ele está em constante modificação. O importante, para mim, é respeitar as categorias de cada alimentação e nunca deixar o cardápio passar de 1500 calorias.
* Eu tenho dois lanches da manhã porque tomo café muito cedo e almoço muito tarde, então faço um lanche a cada 3 horas.

DÁ TRABALHO?
MUITO!
Estou na segunda semana e parece que faz uma vida que estou fazendo isso. Toda noite tenho que pensar em cada refeição do dia seguinte e fazer a contagem de calorias para ver como vai ser o cardápio.
Também passo mais tempo cozinhando (estou dizendo que comecei em dieta e acabei chef de cozinha) e gastando dinheiro no supermercado. Então, tem que ter paciência e dedicação.

RESULTADO?
Minha balança diz que eu emagreci 2 kg em 2 semanas (eu não confio em balanças). Perto de outras dietas é pouco, mas pelo menos não estou passando fome ou ficando fraca.
A barriguinha também deu uma diminuída.

VAI FUNCIONAR COMIGO?
Aí já não sei.
Tem muita gente criticando o que eu faço. Dizendo que “onde já se viu, dieta que pode comer batata!” ou “dieta que não passa fome não é dieta”, mas comigo está funcionando. Pela primeira vez na vida, não estou passando mal ou sentindo fraqueza por causa de regime.
Eu tenho uma rotina extremamente ativa. Faço aula de ballet quase todos os dias e dou muitas aulas também, meu trabalho não é sentado, pelo contrário, é em constante movimento. Logo eu preciso de energia pro meu dia-a-dia. Se eu fizesse uma dessas dietas malucas que corta carboidratos, eu morreria em 3 dias. Mesmo porque, convenhamos, eu nem tenho tanta gordura acumulada assim pra usar, né?

Image

Eu realmente quero estar com uma barriguinha linda pro espetáculo, mas a reeducação está sendo tão gostosa que vou levar isso pra vida. Mesmo que eu não emagreça, está sendo muito bom aprender a comer certo. Estou tendo mais disposição e me sentindo mais leve e melhor com o meu corpo. Vale a pena tentar!

3 comentários sobre “Reeducação alimentar

  1. Ah, vc eh bailarina sua linda!!! Eu fiz bale qndo crianca e voltei a pouco tempo (qndo tive um dindim extra). ai sai de novo, pq to mto acima do peso (engordei 15 kg) ai nao consigo fica na ponta do pé. Vou até fazer uma categoria de dieta la no blog. Eu amo a dieta NOTA 10 (tem ate um livro). Ela eh tipo da vigilantes do peso. O chato eh ter q contar tudinho o q a gente come. Eu nao tenho vergonha na cara mesmo, pq tem varios aplicativos em q vc pode contar o que come e ele da as calorias.
    Eu ja li q esses shakes sao cheios de carboidrato..
    Boa sorte.
    Bjs

  2. Pingback: E a dieta, como vai? | Pliés e Letrinhas

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s