Especial Viagens – Paris (Parte 03/03)

Continuando meus relatos sobre a viagem à Paris, os dias 3 e 4!

3º DIA : BATE-VOLTA EM LONDRES
Vou falar sobre essa maluquice em um post especial.

4º DIA: VERSAILLES
Todo mundo se lembra do rei Louis XIV nas aulas de história, o famoso Rei Sol que teria dito um dia que “o estado sou eu”. Em 1682 ele decidiu mover a corte de Paris e levá-la pro arrodissement de Versailles, onde era seu refúgio de caça. Para tanto, construiu uma obra faraônica de NÚMERO quartos no meio do que era um pântano! Versailles é a prova viva do poder e da ostentação da monarquia absolutistas francesa.
DICA 01: Compre com antecedência a sua entrada no site. Você já vai ter que pegar uma fila enorme para entrar (ou faça como a gente e se misture num grupo de japoneses pra furar fila) e com o ingresso na mão você escapa da fila da bilheteria.

DICA 02: Se quiser, leve um lanchinho pra fazer um picnic à la française com baguette, queijo e vinho. Existem praças de alimentação mas uma refeição não sai menos de 15 euros.

DICA 03: Chegue cedo, o palácio abre às 09:00 e eu recomendo que você chegue 08:30 pra se preparar pra fila de entrada e conseguir entrar o quanto antes. Estando lá dentro, comece pelo castelo em si. Versailles é dividido em 3 partes: castelo, jardins e os Trianons/Domínios de Marie Antoinette. O castelo tem horário pra fechar, assim como os trianons.

– Castelo: siga as placas e vá na banquinha de informações, lá você pega um mapa do castelo e, se quiser, um áudio guia. Eu não peguei porque detesto gente falando enquanto eu vejo as coisas, mas tem quem goste, a fila é grande pra conseguir um.
O mapa é essencial! Com ele você tem informações básicas sobre os aposentos e obras que estão dipostas sem ter que ficar se acotovelando pra ler as plaquinhas.
Dentro do castelo é fácil, ele é todo sinalizado com o percurso que você deve fazer. O começo é interessantíssimo, com detalhes da construção do palácio e da vida da monarquia na época. Um banho de história.
Depois de ler e aprender tudo sobre essa obra magnifica, vamos checar os aposentos. São inúmeros e a maioria está fechado, os que estão à disposição do público são os mais icônicos: quarto de cama do Rei, quarto de cama da Rainha, escritórios, etc.
Se atenha no Salão dos Espelhos e tente imaginar como deveria ser ver Louis XIV entrando pelas suas portas, vestido todo de dourado, com a luz do sol refletindo nos cristais e espelhos da sala. Era uma estratégia política e intimidadora genial. Depois dele vem o Salão de Marte (deus da guerra) e depois a sala de conferências, ou seja, dava tempo pro embaixador ou rei de outro país pensar várias vezes antes de arrumar briga com vossa majestade o Rei Sol.
Você irá levar mais ou menos umas 4 horas para fazer todo o percurso com calma.

DSC00543

– Jardins: Depois de se deslumbrar com o castelo, você irá sair nos maravilhosos jardins, e também ganhará um mapa sobre eles. Esse mapa, aliás, foi traçado pelo próprio Louis XIV com o melhor caminho para se conhecer os jardins.
A não ser que você seja o rei em pessoa, que morava lá dentro, você não vai conseguir ver o jardim inteiro nesse dia , ou irá perder a chance de ver os Trianons. Pense um roteiro que aborde alguns pontos principais (como: ) e siga em frente. Terminando aqui você pode almoçar em alguns dos restaurantes ou escolher um cantinho fresco e fazer seu picnic.

DSC00570

Na primavera e verão, os jardins sempre estarão floridos!

– TRIANONS E DOMÍNIOS DE MARIE ANTOINETTE: Quanto termina os jardins você pensa se é possível Versailles ser ainda mais linda. E é. Os trianons são dois palácios construídos ao lado dos jardins e que serviam pra abrigar uma parte da corte (na maior parte, mulheres) ou o próprio rei, quando esse estava de saco cheio de tanta gente no pé dele.
Comece pelo Grand Trianon, um palácio mais aconchegante do que o castelo principal, e com vários toques femininos. Pare nos jardins do fundo, super floridos e coloridos.
Vá ao Petit Trianon seguindo o mapa e pare nos pontos indicados pelo caminho: capela, teatro, etc. O Petit Trianon foi morada de Marie Antoinette (a famosa rainha que mandou o povo comer brioches) e sede das suas noites de amor com seu amante. Tudo em volta dele foi usado por ela e decorado por ela. Entre no Petit e sinta a diferença, parece uma casa antiga, íntima e pequena (guardando as proporções do palácio, claro).
Saindo do Petit vá para a chave-de-ouro de Versailles: o humeau de la Reine. O humeau era o refúgio de Marie Antoinette, que gostava de bancar a camponesa quando cansava de ser rainha. O lugar é fantástico, com córregos, flores, muitas árvores e um ar bucólico que faz você esquecer o portão de ouro maciço da entrada. Não tenha pressa aqui. Sente pra mais um lanchinho, veja os cisnes nadando preguiçosos no lago, ande pelas construções (tem a casa da rainha, o moinho, onde eles produziam queijo e até uma fazendinha com bichos). É o lugar perfeito pra encerrar esse dia cansativo. Lembre-se que você terá que voltar a pé todo o caminho, afinal a saída fica lá no castelo, por isso aproveite e descanse no cantinho do aconchego da rainha.

DSC00601

Aqui termina meu passeio por Paris. O que eu achei que faltou: a linda Basilique du Sacré Coeur (uma das vistas mais lindas de Paris), assistir um espetáculo na Opéra de Paris (estava fechada por causa das férias de verão), o Musée d’Orsay, o Centre Georges Pompidou, os Jardins de Giverny onde Monet pintava (fica fora de Paris), passear de bicicleta num dia ensolorado e andar de barco pelo Sena. Mas fica pra próxima, ainda voltaremos muito lá!

 

LINK PARA A PARTE 01

LINK PARA A PARTE 02

2 comentários sobre “Especial Viagens – Paris (Parte 03/03)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s