Especial Viagens – Paris (Parte 02/03)

Continuamos hoje com o roteiro por Paris. Ontem foi meu aniversário e fiquei super atarefada, não consegui postar, amanhã coloco a parte 3!

2º Dia: Jardins de Luxembourg, Panthéon, Quartier Latin, Notre Dame de Paris, Montparnasse, Cemitério de Montparnasse, Musée du Louvre.
Acordamos cedinho no segundo dia, pegamos casaco de frio (era julho, verão, mas tava frio!) e lá fomos nós.
DICA: Compre um cadeadinho ou leve um do Brasil se for seguir o trajeto desse dia =)

– Jardin du Luxembourg – Quartier Latin – Panthéon
Desça na estação Luxembourg do RER (trem). Lindo parque pra sentar e tomar sorvete ou fazer pic-nic. Quando sair de lá, pegue a saída do Boulevard Saint-Michel (o Baud Mich, para os íntimos) e aprecie a arquitetura antiga dessa parte da cidade. Você está adentrando na minha área xodó de Paris: o Quartier Latin.
Conhecido por esse nome (Quarteirão Latino) por ser nos arredores das grandes universidades francesas: Collège de France e Sorbonne, onde antigamente falava-se apenas latim. É um bairro antigo e cheio de história. Nele moraram grandes escritores e intelectuais, como Ernest Hemingway, e nele está também a famosissima livraria Shakespeare & Co.
Deixe se perder por esse bairro fantástico! Você irá encontrar o que há de mais clássico em Paris e se sentir num filme francês: casinhas fofas com flores nas janelas, pâtisseries com doces delicioso, lambretas. Sou apaixonada por esse lugar, então recomendo que todo mundo ande por aqui sem compromisso!

DSC00402

Docinhos no Quartier Latin

Vale também fazer uma visita ao Panthéon, no qual estão enterrados grandes nomes franceses como Victor Hugo (autor de Os Miseráveis), Alexandre Dumas (Os Três Mosqueteiros) e os filósofos Voltaire e Rousseau

– Notre Dame de Paris – Pont des Arts
Ache a rue Saint-Jacques e siga reto nela até chegar no Sena, atravesse a ponte e você estará na Ile de la Cité, uma das ilhas que fica no meio do Sena. Nessa ilha está a mais famosa catedral da França: Notre Dame de Paris.
Prepare-se de novo pra fila para entrar, mas enquanto isso admire a fachada da igreja que é absurda de tantos detalhes. Lá dentro, faça silêncio e lembre que é um lugar sagrado, podem estar ocorrendo missas. Se quiser, suba até o topo, veja a torre e o sino famoso do corcunda (ele, infelizmente, não mora mais lá).
Saia de Notre Dame e caminhe até a Pont des Arts, a famosa ponte dos cadeados. Aqui, recém-casados deixam cadeadinhos com seus nomes e jogam a chave no rio simbolizando o amor eterno. Mais uma foto linda pro seu álbum de lua-de-mel. Nós não fizemos isso porque ainda não estávamos casados, mas pretendemos voltar e deixar nosso cadeadinho lá!

DSC00404

– Montparnasse – Cimitière du Montparnasse
Pegamos o metrô e fomos até Montparnasse, onde tem o maior prédio de Paris: a Tour Montparnasse. Um prédio supermoderno, se quiser você pode subir, mas repito: depois da torre, qualquer lugar alto de Paris perde a graça.
Vale passear por esse bairro e achar crêperies gostosas e baratinhas para almoçar. Depois vá ao cemitério do Montparnasse. Sei que esse passeio muita gente não quer fazer, mas eu sou doida por cemitérios. Sério, eu gosto mesmo! E lá tem muita gente legal enterrada: Jean Paul Sartre, Simone de Beauvoir, Julio Cortázar e o amor da minha vida, Charles Baudelaire.

– Musée du Louvre
Pegando métro de novo, desça em Tulleries. Atravesse o jardim, descanse um pouquinho e se prepare para andar até os pés doerem: Museu do Louvre.

DSC00440

Prepare-se para se acotovelar no meio das pessoas pra conseguir vê-la

DICA 1: Compre antes o ingresso! De novo, as filas são imensas. Você pode comprar aqui.

DICA 2: Se não quiser se perder. antes de entrar pegue o mapa e trace seu roteiro. O Murilo quis ver o museu inteiro, então andamos MUITO! Mas há quem queira se focar só em arte grega, ou renascentista, ou só nos clichés (Vénus de Milo – Vitória de Samotrácia – Monalisa). Trace uma rota antes pra não perder tempo.

DICA 3: Quem quiser economizar, o museu é grátis no primeiro domingo do mês, no dia 14 de julho e às noites de quarta-feira para jovens menores de 26 anos.

PREÇO: 11 euros a exposição permanente, 12 euros a temporária e 15 euros para as duas.

 

LINK PARA A PARTE 01

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s