Especial Viagens – Paris (Parte 01/03)

Resolvi fazer um especial aqui no blog com relatos da Eurotrip que fiz em julho/agosto do ano passado junto com meu noivo. Achei que os destinos podiam interessar tantos casais programando uma lua de mel quanto viajantes for fun que querem bater perna por aí. A série seguirá a seguinte ordem, conforme o roteiro que fizemos por lá (tirando Lyon, que foi aonde eu fui primeiro, explicarei no post específico):

Paris
Londres
Amsterdam
Berlin
Praga
Roma
Barcelona
Lisboa
Lyon
Organizando uma Eurotrip

Espero que gostem! E pra inaugurar os posts, a cidade que é a lua de mel dos sonhos de 80% das noivas: PARIS!

Image

A cidade luz é o puro romantismo e todo mundo quer uma foto com o amor na frente da Torre Eiffel.
Essa cidade povoava meus sonhos desde criança, por causa do ballet principalmente. Depois que estudei literatura francesa então, Paris era minha cidade obrigatória. E quando finalmente a conheci, decidi: é a minha Meca, tenho que voltar lá sempre que puder.
Não bastava a cidade ser linda, naturalmente romântica e a viagem ser perfeita só pelo fato de ser Paris, ainda fui pedida em casamento no alto da Torre Eiffel:

Image

Ou là là! Babem, mortais.

Eu fiquei 4 dias em Paris. Foi pouco, principalmente porque um dia resolvemos fazer bate-volta em Londres (loucura¹²). Vi tudo que sonhava em ver, mas muita coisa ficou faltando. Costumo dizer que assim tenho uma boa desculpa pra voltar (como se precisasse).
Dicas iniciais:
– Se prepare para andar. Paris tem mil coisas lindas que não são necessariamente pontos turísticos, então não fique indo direto de um ponto para outro. Deixe se perder nas ruazinhas e encontrar uma boulangerie com croissants quentinhos ou sentar em um jardim desconhecido para comer macarrons.
– Quando for de um ponto a outro, use métro. Ele é ótimo e tem muitas linhas e estações, você pode consultar rotas e trajetos nesse site. Evite carros, o trânsito lá é o caos.
– Se atenha ao rio! Cidades da Europa são quase todas estruturadas em torno dos seus rios, e em Paris é bem fácil de localizar de acordo com o Sena.
– Se quiser aproveitar todos os museus de Paris, compre o Paris Museum Pass que custa 39 euros (2 dias), 54 euros (4 dias) e 69 euros (6 dias). Só vale a pena se você quiser ir em muitos museus!

Bon, allons-y! Segue meu roteiro por Pariiii:

1º dia: Torre Eiffel, Champs Elysées, Arc du Triomphe, Place de la Concorde, Invalides, Petit Palais, Grand Palais, Pont Alexandre III.
Eu cheguei de Lyon, sul da França, às 14 horas e o Murilo chegou do Brasil por aí também. Como ele se perdeu no metrô (!) nós começamos nosso passeio no primeiro dia lá pelo meio da tarde. Primeiro lugar, claro, a famosa Torre!
– Torre Eiffel
Existem três estações de metrô que você pode descer para a Torre: Bir-Hakein, Passy ou Trocadéro (Linha 6 ). Na primeira, Bir-Hakein, você já vai poder ver a torre e ficar arrepiado com ela surgindo enorme na janela do metrô (que é externo). Aguente um pouquinho e desça em Trocadéro. Lá você vai sair no Jardin du Trocadéro, no Palais Chaillot, e a visão é a mais linda e clássica de todas! A torre fica lá ao fundo e rende fotos maravilhosas (e idiotas também, como aquela segurando a torre com as mãos). Take some shots e siga em frente pelo jardim, atravessando a rua você vai chegar na famosa estrutura de metal. São 3 andares (1º, 2º e Sommet, o topo), é possível ir de elevador pelos 3 ou de escada até o 2º.
Se prepare para os ventos fortes no alto, aprecie a vista da cidade mais linda do mundo!

DICA 1: Compre seus ingressos com antecedência nesse site. Você precisa agendar o dia e a hora da visita, mas vai te poupar de uma boa fila! Quando fomos, um elevador estava quebrado e por isso não dava para adquirir online. Resultado: duas horas de fila.

DICA 2: Se você tem fôlego, vá de escadas até o segundo andar. O valor é mais barato! Nós subimos de elevador mas descemos de escada, eu estava meio zonza e perdida (tinha acabado de ser pedida em casamento!) e nem percebi o trajeto hahaha

PREÇO: € 3,50 a € 9,90 adultos e € 5,30 crianças até 12 anos.

– Avenue de Champs Elysées – Arc du Triomphe – Place de la Concorde
Saia da torre pelo Champs-de-Mars (onde Santos Dummont decolou o 14 Bis) e vá seguindo “tout à gauche”, à esquerda, você cairá no rio Sena, La Seine pros franceses. Se tiver tempo, você estará perto do Musée d’Orsay e pode dar uma passadinha lá, se não atravesse a Pont de l’Alma e siga reto na Avenue George V e você sairá na mais famosa avenida do mundo: l’Avenue de Champs Elysées.
O paraíso das grifes e do luxo! Quem tem grana pode dar uma passadinha na Louis Vuitton, Chanel, Dior e tantas outras marcas chiquérrimas que tem por lá. Quem não tem (moi!) pode fazer a festa na H&M (tipo a C&A, uma festa em época de liquidações).
Na Champs Elysée, virando a esquerda está uma junção de grandes avenidas chamada Étoile (estrela) e, no meio dela, o Arco do Triunfo. Se quiser, suba no alto dele, mas depois da torre, não tem muita graça.
Nós paramos pra comer por aqui e eu caí do cavalo quando descobri que não tive que vender um rim pra isso. Você acha bons restaurantes com menus fechados de 8 euros (entrada, prato principal e bebida ou sobremesa). Comemos e seguimos andando pela avenida.

Image

Pizza de ovo cru na Champs Elysées – sempre pergunte como será preparado o seu ovo!

Ao final dela está a Place de la Concorde e seu obelisco. A praça é a segunda maior da França e foi palco de grandes execuções na guilhotina, morreram aí os reis depostos Louis XVI e Maria Antonieta e também Robespierre.

– Petit Palais – Grand Palais – Pont Alexandre III – Invalides
Siga pela praça até achar o Sena de novo, e siga caminhando ao lado dele. Não existe passeio mais gostoso do que rodear esse rio lindo. Se quiser dê uma paradinha no Petit e Grand Palais, ficam bem próximos à praça, e tem exposições de arte.
Seguindo pelo Sena, atravesse a magnifica Pont Alexandre III, símbolo da aliança franco-russa. Rende fotos lindas e românticas!

Image

O Sena e a Pont Alexandre III ao fundo.

Atravessando a ponte, você chega no Hôtel des Invalides, um monumento de heróis de guerra franceses. Lá está enterrado Napoleão Bonaparte.

Amanhã continuo o relato!

Um comentário sobre “Especial Viagens – Paris (Parte 01/03)

  1. Nossa que sonho!!!
    Com certeza estou dentro dos 80% das noivas que querem ir na lua de mel para Paris. haha
    Mas infelizmente não vou poder realizar esse sonho, uma por conta do $ e outra porque ainda nem sei se vou conseguir tirar férias pois estou a pouco tempo na empresa…
    Também te linkei no meu blog, estou te acompanhando!
    Bjs

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s